Acessibilidade

O que é acessibilidade na internet?

É permitir que toda e qualquer pessoa, sendo portadora de necessidades especiais ou não, tenham acesso aos conteúdos divulgados nas websites.

Ações da Unimed-Rio

Nos preocupamos em construir o site com base nos mais rigorosos requisitos de qualidade, ampliando as possibilidades e melhorando a performance de sua navegação, de tempos em tempos, quando houver a necessidade imperiosa de se valer dos avanços tecnológicos para melhor atender aos seus clientes. Dentre as nossas ações, algumas ganham destaque:

  • - Utilizamos softwares especiais, como os leitores de tela para deficientes visuais e os principais navegadores do mercado.
  • - Seguimos determinados cuidados técnicos na montagem das páginas, para que ela se torne melhor e mais segura a exibição em smartphones, palmtops e outros dispositivos móveis.
  • - Nos preocupamos com a organização geral do site, chamada de “Arquitetura de Informação”, para que tudo possa ser encontrado de forma fácil e intuitiva.

Por que a questão da acessibilidade é importante para a Unimed-Rio?

Criar, desenvolver e aprimorar, ao longo dos tempos, um dos principais canais de comunicação com os seus clientes – website corporativa –, são ações que guardam relação direta com o próprio espírito da Cooperativa, fundado no ideal de democratização. É seguindo essa diretriz que a COOPERATIVA entende a questão da acessibilidade como sendo o meio de oportunizar ao maior número de pessoas possível o recebimento das informações contidas em seu site.

Conheça as diretrizes de acessibilidade

As páginas deste site foram desenvolvidas seguindo as diretrizes de World Wide Web Consortium (W3C), uma entidade internacional que estabeleceu padrões para o código xhtml, considerados como referência mundial. 
Alguns exemplos destes padrões são: 1) Utilização de linguagem clara, sem ambiguidade; 2) Utilização de folhas de estilo (conhecidas como CSS) para a formatação das páginas e; 3) Colocação de textos em elementos que sejam só imagem. 
Para saber mais sobre os padrões da W3C, acesse www.w3.org (em inglês).

Dica

Dica